O vestidinho da discórdia e como a câmera interpreta luz e cores

10:10:00


Ontem teve ~polêmica~ na internet. Ninguém consegue concordar na cor de um certo vestido. Será ele branco e dourado? Azul e preto? Ou, como eu vi, azul claro e bege? (Ou nude, que é o novo jeito de dizer bege?) Eis aqui a peça da discórdia:

Diretamente do tumblr Whoa wow wow!
O Brasil Post publicou hoje uma notícia falando da cor real do vestido (que é azul e preto), explicou que a interpretação da imagem pode variar de pessoa para pessoa e que depende até da fisiologia. Inclusive, pessoas mais velhas tendem a ver o vestido branco e dourado. (E eu tinha que ser a diferentona que viu azul e bege.) O site explicou que as camadas RGB da fotografia foram isoladas e descobriu-se que o vestido é azul e preto:

Certo, mas e o que isso tem a ver com fotografia? Isto aqui é um blog de fotografia, né?

Tudo, pequeno gafanhoto. Porque a interpretação da cor na fotografia tem tudo a ver com a forma como o sensor da câmera capta a luz. Veja que o fundo da foto é muito claro. E o vestido é escuro. Tudo o que o sensor vê é "luz" e "não luz".

Ao passar e ver o vestido numa vitrine, o observador pode pensar: "Olhe que belo dia de sol no parque lá fora, perfeito para tomar um sorvete e passar bloqueador solar fator 80. E veja só este vestidinho mara que é perfeito pra festa amanhã! Vou tirar uma foto e mostrar prazamiga, assim tenho uma segunda opinião antes de me enfiar com ele em um provador apertado."

Aí você aponta a câmera e ela interpreta: "Tem muita luz neste canto aqui, neste outro não tem luz nenhuma, o que diabos esta pessoa quer? Como eu não vejo cor mesmo, vou fazer uma média da iluminação, assim fica tudo num tom que eu acho que é o cinza médio perfeito e tá tudo certo."

A câmera não interpreta cor. Ela vê muita luz (branco), e acha que tem que sub expor para ficar num tom médio (cinza) ou pouca cor (preto), e acha que tem que super expor para ficar num tom médio (cinza). Então, se a câmera (ou celular) está no modo automático, ela vai tentar deixar tudo em um tom médio e isso pode adulterar a cor das imagens.

Apenas a interpretação de luminosidade da cena pode alterar a cor das coisas?

Não. Não é mágico isso? Muitas outras coisas podem alterar a cor dos objetos se não houver controle algum da câmera. Uma outra coisa que pode alterar é o balanço de branco. É uma opção que determina sob que tipo de luz você está. Se é luz do dia (a que menos altera a cor da luz que incide sobre os objetos), dia nublado (a foto vai sair com um tom mais amarelado, para ficar mais "quente"), tungstênio (a foto fica mais azulada, para compensar o amarelo desta lâmpada), dentre outras. Acontece que é algo que quem está fotografando precisa escolher. Se não for escolhido o modo de balanço de branco, ele vai ficar automático.

O que acontece quando o balanço de branco está no automático? Muita coisa. A função dele é interpretar a cor da luz e deixá-la branca, como se fosse a luz do dia. E o que acontece com o tal vestidinho que está refletindo uma luz azulada, combinando com o fato de que a cena é de alto contraste (partes muito claras e partes muito escuras)? O automático vai deduzir que está tudo errado e vai tentar deixar a luz branca, alterando assim a cor da cena. Juntando com o fato de que a medição de intensidade de luz também está no automático e vai tentar deixar tudo cinza, o vestidinho sai qualquer coisa, menos azul e preto.

E como eu evito isso?

Aprendendo a controlar o máximo que você puder da sua câmera ou celular. Algumas compactas não possuem modo manual, mas há diversas predefinições para adaptá-la a todas as situações. Tem celular que é assim também. Para celulares, sempre é possível baixar aplicativos que permitam o controle manual.

Aprender a dizer para a câmera o que ela precisa ver e como deve registrar aquilo permite que seus vestidinhos saiam sempre azuis. Talvez a interpretação não seja perfeita, pois ainda não dá para competir com o olho humano, mas se aproximará mais da realidade e a interpretação não será tão discrepante quanto azul-e-preto-ou-branco-e-dourado.

UPDATE sobre o vestido

O blog da foto original publicou uma foto de uma moça usando o vestido em uma festa. E disse também o seguinte:
A foto do vestido sendo usado no Whoa wow wow.
"I swear to you its no hoax. I saw the dress in real life, it’s blue and black. Some people just see this pic as white and gold. I DONT HAVE ANY ANSWERS BUT I NEED THEM."

Que traduzindo fica:

"Eu juro que isso não é uma pegadinha. Eu vi o vestido pessoalmente, é preto e azul. Algumas pessoas veem branco e dourado na imagem. EU NÃO TENHO RESPOSTAS, MAS PRECISO DELAS."
And você pode ver o vestido na loja original clicando aqui, que tem versões em outras cores, inclusive branco... com preto.

You Might Also Like

0 comentários

Curta no Facebook

500px